sábado, 19 de julho de 2014

Miniatura Marvel Nº 38 - Mulher-Hulk

Miniatura Marvel Nº 38 - Mulher-Hulk

Com um visual que lembra uma colegial halterofilista, a Mulher-Hulk já foi alvo de muitos suspiros de personagens ficcionais e reais em função de sua grande e curvilínea figura. Desde os anos 60, quando a dançarina escrava de pele verde de Órion realizou sua erótica dança no episódio piloto "The Cage" da Série Clássica de Star Trek, que o imaginário nerd se vê às voltas com mulheres exóticas de pele verde. Assim, não tardou para que a prima de Bruce Banner se revelasse como um grande símbolo de beleza na Casa das Ideias. Nessa matéria veremos um pouco de sua história, bem como algumas características da sua miniatura dentro da Coleção de Miniaturas Marvel.

Miniatura Marvel Nº 38 - Mulher-Hulk

A peça busca evocar todo o aspecto muscular da personagem. Esculpida em uma posição característica dos halterofilistas para lembrar força e exibicionismo muscular, a figura mostra também a personagem em seu traje que ficou mais conhecido: o maiô branco e roxo. Um uniforme que se imortalizou no lápis de artistas como Adi Granov e Greg Horn. A concepção inicial da personagem era de uma mulher grande e verde, vestida com farrapos brancos. Com o tempo, a mudança para uma indumentária que consta de um simples maiô e tênis evidenciou a clara proposta da Marvel de mostrar todo sex appeal da Giganta Esmeralda.

Miniatura Marvel Nº 38 - Mulher-Hulk

Assim como aconteceu com alguns personagens da coleção em que o rosto não aparece coberto por uma máscara, a Mulher-Hulk também tem suas feições desnudas. Isso faz com que a modelagem de sua face não seja uma réplica fiel de seu rosto tal qual o conhecemos nos quadrinhos. Esse é, em geral, um ponto sinalizado por muitos colecionadores que muitas vezes esperam encontrar um rosto o mais próximo possível daquele conhecido. Outro ponto a ser levantado nessa peça é uma certa diferença no tom do verde da pele dependendo do segmento do corpo observado. Conforme pode ser visto aqui nas minhas fotos há diferenças na graduação do verde dos braços e das pernas ao compararmos a parte anterior e posterior. Isso, sem dúvida nenhuma, caracteriza-se como uma imperfeição.

Miniatura Marvel Nº 38 - Mulher-Hulk

Excetuando os fatores apontados acima, eu diria que a peça representa bem a poderosa heroína. A Mulher-Hulk é, em minha opinião, resultado direto da Era de Bronze dos Quadrinhos. Criada em 1980, sua 1ª aparição ocorreu na revista Savage She-Hulk Nº 01 de fevereiro de 1980. Ou seja, estamos falando de uma época imediatamente anterior ao Tsunami ocorrido no meio da década de 80 representado pelas obras de Frank Miller, Alan Moore e Neil Gaiman. Sendo assim, a ideologia por trás da personagem ainda não estava influenciada pelo pensamento obscuro que seria a marca da próxima Era dos Quadrinhos (A Era Moderna). Por isso que, de certa forma, os roteiros e as histórias que marcaram a personagem estão repletos de passagens mais voltadas para a ação, aventuras e destruição, e não para dramas pessoais cheios de angústias (Batman), magia (Sandman e Monstro do Pântano) e realismo (Watchmen).

Miniatura Marvel Nº 38 - Mulher-Hulk

O alterego da Mulher-Hulk é na verdade Jennifer Walters, uma advogada criminal de Los Angeles. Walters é prima de Bruce Banner e bateria de frente com um grande chefão mafioso do crime chamado Nicholas Trask. Esse embate a levaria à quase morte pelas mãos dos capangas de Trask. O ataque ocorreu enquanto a advogada estava em companhia do primo que, para salvar sua vida, faria uma transfusão de seu próprio sangue, irradiado com radiação gama, em sua prima. Jennifer escapou da morte, porém os capangas retornariam para terminar o serviço. No entanto, não contavam com a estranha transformação que acometeria Jennifer ainda no hospital. Nascia assim a Mulher-Hulk. O aspecto inicial da heroína era de uma mulher das cavernas verde. Muito do visual sensual que vemos hoje foi evoluindo e é, em boa parte, de responsabilidade do artista John Byrne que esteve à frente, durante um bom tempo, das histórias envolvendo a charmosa Giganta.

Miniatura Marvel Nº 38 - Mulher-Hulk

Muito se debate hoje sobre e relevância de personagens que nascem derivados de heróis ou vilões de sucesso. Isso já aconteceu várias vezes, como por exemplo com o Homem-Aranha, derivando a Mulher-Aranha pela Marvel, e o Batman e sua grande variedade de heróis derivados pela DC. Em geral isso para mim é algo supérfluo e sinal de ganancia por parte das editoras. Poucos foram os exemplos de personagens derivados que se tornaram relevantes e alçaram o próprio estrelato. Creio que a Mulher-Hulk pode ser considerada um desses. Seu envolvimento em eventos importantes que marcaram a Marvel na última década pode ser atestado, por exemplo, pela sua perda de controle que resultou no estraçalhamento do andróide Visão. Um acontecimento que culminou com a dissolução dos Vingadores e o início de uma nova forma de se lidar com a equipe mais famosa da Marvel.

Miniatura Marvel Nº 38 - Mulher-Hulk

Ao contrário do Hulk, sua prima tem total controle quando está na forma de Hulk. Assim, sua participação não é tão monossilábica quanto aquela vista em muitas histórias do Golias Verde. A Mulher-Hulk já fez parte dos Vingadores e do Quarteto Fantástico, substituindo o Coisa como membro responsável pela força bruta dentro da família fantástica. Sua participação sempre chama atenção, já que os desenhistas em geral não se furtam o prazer de desenhar uma mulher bonita e voluptuosa. Atualmente a Mulher-Hulk é, em minha opinião, membro do 2º escalão de personagens importantes dentro da Casa das Ideias, sempre tendo alguma participação nos grandes eventos da editora.

Miniatura Marvel Nº 38 - Mulher-Hulk

Acho que essa é uma peça bem importante no contexto do Universo Marvel e merece seu lugar em nossas prateleiras. Bom amigos, mudando um pouco de assunto... Tal qual anunciado na última postagem temos uma boa notícia para passar a todos. O Nº 57 da Revista Mundo dos Super-heróis trouxe a prometida reportagem sobre o futuro da coleção no que se refere ao lançamento de mais peças do segmento Especial. A Eaglemoss informou uma programação de lançamentos de Especiais, tanto na coleção Marvel quanto na da DC, a ser iniciada nesse 2º semestre de 2014. Abaixo segue uma lista das peças anunciadas:

Marvel:
- Destroyer
- Sentinela
- Mojo
- Arcanjo (A mesma peça lançada anteriormente do Anjo, só que com uma cor diferente (Azul))
- Galactus
- Ronan
- Rino
- Skurge
- Homem-Coisa
- Ka-Zar e Zabu
- Manto e Adaga


DC:
- Apocalypse
- Darkseid
- Antimonitor
- Batman em sua motocicleta
- Crocodilo
- Centenial Park Superman.


Ou seja, as notícias são muito boas. Destaque, em minha opinião, serão os lançamentos do esperado Galactus (com seus incríveis quase 20cm); o robô Sentinela, nêmesis dos X-Men; Mojo; Destroyer, o obscuro mas bem legal herói da Era de Ouro da Marvel; o comentado Ronan, tendo em vista sua aparição no próximo filme da Marvel (Guardiões da Galáxia); o poderoso e pouco inteligente Rino, um importante e clássico inimigo do Escalador de Paredes; o estranho Homem-Coisa; e a peça dupla Ka-Zar e Zabu, uma combinação que impressiona pelo peso e detalhes do tigre Zabu.

Da parte da DC ressalto a figura "Centenial Park Superman", uma peça cheia de saudosismo por representar uma homenagem ao Homem de Aço quando ele não mais existir. Batman em sua motocicleta será outra peça muito esperada, já que é a única na coleção a trazer um personagem motorizado (algo que poderia ter acontecido também com o Motoqueiro Fantasma na coleção da Marvel). Darkseid e Antimonitor também são peças legais.

Bom amigos, agora é esperar!! Um grande abraço à todos!!

31 comentários:

  1. Excelentes notícias, Marcelo! Fico muito contente em saber que mais especias da Marvel serão lançadas aqui no Brasil!

    Abraços,
    Gabriel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Gabriel!!

      Valeu por comentar aqui no Blog. Agora que você fez esse 1º comentário repita sempre que quiser! Blz?

      Vamos aguardar ansiosos pelo lançamento dessas Especiais. Com certeza!

      Para mim uma das grandes notícias nerds do ano aqui no Brasil!!

      Grande Abraço, Gabriel!

      Marcelo.

      Excluir
    2. Ei Marcelo, beleza?

      Cara, novamente eu vim no seu blog fazer uma consulta, no caso em relação aos encadernados da Marvel que a Salvat está lançando, mas não estou achando o tópico!
      Você o deletou também?

      Abraços!

      Gabriel

      Excluir
    3. Olá Gabriel...

      Blz?

      Acho que a matéria que você está procurando é esta aqui no link abaixo. Eu a escrevi há algumas semanas e dão conta do primeiro 1/3 da coleção, ou seja, do Nº 01 ao 20.

      Qualquer coisa que precisar me avise.

      Grande Abraço.

      http://marcelo-antologias.blogspot.com.br/2014/07/colecao-de-graphic-novels-marvel-salvat.html

      Marcelo.

      Excluir
    4. Essa mesmo, Marcelo!

      Na cidade onde moro (BH), acabou de chegar nas bancas a edição do Motoqueiro Fantasma. Acho que vou comprar!

      Obrigado!

      Abraço!

      Excluir
    5. Blz Gabriel!!

      Essa do Motoqueiro é excelente. Já li e fiz até um Post sobre ela. Segue abaixo:

      http://marcelo-antologias.blogspot.com.br/2012/06/estrada-para-danacao.html

      Depois que você ler me dê sua opinião.

      Abcs!

      Marcelo.

      Excluir
  2. Por partes: Sempre que via as fotos da miniatura Eaglemoss da Mulher Hulk eu torcia o nariz. Sei lá, me parecia um rosto masculino demais. Mas suas fotos me animaram Marcelo. Já estou vendo a "verdinha" com outros ( e bons ) olhos. Méritos seu também pelo capricho nas fotos, que aliás, não é de agora que acho bacana seu cuidado nesse quesito, combinando personagem e cenário.
    Quanto ao especiais...CARACA !!!! Tudo isso? A gente tava com dificuldade para comprar o Hulk ( muitas vezes indisponivel no site ) e agora vem essa ótima notícia ! E tenho certeza, que independente de conhecer pouco ou muito, mais detalhada ou simples...cada uma dessas figuras acima citadas serão cobiçadas por quem está fazendo as coleções Marvel e DC da Eaglemoss.
    Isso vai ficar caro.....
    Abs Marcelo ! Novidades pintando, compartilha com a gente ! Valeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Fernando! Blz, amigo!

      Então... Essa sensação que você descreve já aconteceu comigo também, ou seja, uma certa aversão inicial e depois um gostar aos poucos de determinada peça, livro ou mesmo filme. A miniatura da Mulher-Hulk em si tem pequenas imperfeições, como por exemplo, a modelagem não tão precisa do rosto. Mas isso também aconteceu com outras peças como por exemplo Emma Frost, Lince Negra, Mulher-Invisível entre outras (os). Porém a Verdona ganha na modelagem de suas "curvas", que nessa peça ficaram bem evidentes e conseguiram demonstrar toda sensualidade da personagem.

      Poxa, valeu por comentar sobre as fotos! Isso foi uma coisa que foi crescendo e hoje eu fico feliz de compartilhar com os amigos que por aqui passam. Outra coisa que me estimula a fazer as fotos é tentar aproximar as personagens e peças da coleção de mim mesmo ao usar lugares que visitei e que tiveram algum significado para mim. Com isso consigo dar uma personalizada em cada peça. Valeu mesmo Fernando!!

      Quanto às Especiais, nem me fale! Fiquei muito feliz também. Eu torcia pelo lançamento de algumas peças, mas para ser sincero confesso que tinha minhas dúvidas se uma peça como a do Galactus sairia por aqui. E não é que sairá! Será um momento histórico para qualquer um ligado a essa coleção, e eu diria até para o colecionismo Brasileiro.

      Tal qual você comenta, concordo que independente do personagem ser mais conhecido ou não todos tem seu lugar e uma mitologia que quando vamos conhecendo acabamos gostando também. Afinal se tem uma coisa que a Marvel e a DC tem de bom são origens interessantes de heróis e vilões. É claro que muitas vezes os personagens são desenvolvidos de maneira errada, porém as ideias iniciais de todos eles são muito legais!

      Pode deixar que se eu ficar sabendo de algo eu vou compartilhando!!

      Marcelo.

      Excluir
  3. Olá Marcelo, excelente matéria sobre a Mulher Hulk, mas fiquei com uma duvida sobre as miniaturas especiais, serão lançadas todas essas miniaturas de uma só vez ou eles vão com calma, lançando aos poucos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Giovanne! Blz!?

      Então... Essa é uma informação que não ficou especificada na matéria do amigo Eder Pegoraro na revista Mundo dos Super-heróis que citei acima. Ao que dá para entender os lançamentos serão aos poucos. Também não há especificação de tempo entre um lançamento e outro, mas apenas a informação que tais lançamentos se iniciarão no 2º semestre de 2014.

      Grande Abraço!!

      Marcelo.

      Excluir
  4. tomara que a eaglemoss lança as especiais da dc como o gorila grodd, lobo, jonah rex, solomon grundy e bane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Cesar...

      Esses que você cita são bastante cobiçados pela galera. Acho que tudo é uma questão de vendas. Se as vendas destas Especiais forem boas, tenho certeza de que eles continuarão lançando mais peças!

      Valeu!!

      Marcelo.

      Excluir
  5. Excelente notícia sobre as especiais Marcelo!!
    E que vendam bem para a Eaglemoss trazer as demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ranniere... Blz amigo!?

      Pois é... Acho que é exatamente isso mesmo. A depender ads vendas eles prosseguirão ou não. Mas eu tenho a impressão de que as vendas se sustentarão.

      Grande Abraço!!

      Marcelo.

      Excluir
    2. Olá Ranniere... Blz amigo!?

      Pois é... Acho que é exatamente isso mesmo. A depender ads vendas eles prosseguirão ou não. Mas eu tenho a impressão de que as vendas se sustentarão.

      Grande Abraço!!

      Marcelo.

      Excluir
  6. Gostaria muito que saisse o Monstro do Pantano. Vamos ver mais pra frente. Marcelo, vc sabe qual será a periodicidade destas especiais ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo! Tudo bem?

      O Monstro do Pântano é uma das peças mais incríveis da coleção da DC. É cheio de detalhes e é realmente perfeita. Também espero que saia.

      Então... Na notícia apresentada na matéria da revista Mundo dos Super-heróis não especificação de periodicidade. Apenas que os lançamentos se iniciarão nesse 2º semestre de 2014.

      Vamos torcer para que sejam pelo menos mensais esses lançamentos!

      Valeu!!

      Marcelo.

      Excluir
  7. Aguardo muitos especiais. Essa Mulher-Hulk, comprei em banca. Ótima postagem, Marcelo. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kleiton!!

      Tudo bem?

      Essa realmente é uma grande notícia. Vamos agora aguardar para que os lançamentos cumpram uma determinada periodicidade.

      Valeu pelo comentário sobre a postagem da Mulher-Hulk.

      Aliás, deixa eu te dizer uma coisa. Estou lendo "A Voz do Fogo". Depois que li parte de sua postagem sobre o livro (não inteiramente para não ler spoilers) eu decidi finalmente lê-lo.

      É um livro diferente, estranho, ligeiramente perturbador e xamânico. Algo diferente do usual com certeza. Mas estou ainda na 2ª parte.

      Grande Abraço!!

      Marcelo.

      Excluir
  8. Oi, Marcelo! Você sabe que não coleciono, então me limito a ver as imagens aqui e em alguns blogues amigos, mais a título de curiosidade mesmo. Não gostei dessa peça, não. Achei ela mal pintada. E onde você cita: "Em geral isso para mim é algo supérfluo e sinal de ganancia por parte das editoras.", infelizmente, a real desses fatos a gente nunca saberá. Ficamos sem saber se houve, um dia, em trazer outros heróis para renovar o catálogo ou se tal criação foi mero caça-níquel mesmo. Posso estar enganado, mas parece que esses personagens acabaram aparecendo um cerca de umas dez histórias e acabaram sumindo. O que será que houve? De repente, fazer um time novo de heróis à custa da existências do que já são soberanos, pode não ser algo tão fácil como antes imaginaram.

    Já a peça do Hulk homem eu achei fantástica! E que calças resistentes ele tem. Perde-se tudo na transformação, menos as calças. Poxa, queria saber a marca desse tecido. rsrsrs... Muito bom!!

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabiano!! Acabei de responder ao seu outro comentário na postagem da "Fundação e Terra"... rs rs

      Então... Essa questão da pintura realmente é incontestável. Está realmente claro e fácil de ver que faltou cuidado na pintura da peça!! E isso é muito triste, pois ainda que haja problemas na modelagem, muitas vezes várias imperfeições passam despercebidas diante de uma boa pintura. Porém aqui faltou cuidado mesmo!

      Acho que muitos personagens foram criados dentro da onda de determinado herói ou vilão. A Mulher-Hulk até que alcançou posição de destaque dentro do Universo Marvel, haja vista sua participação recorrente em equipes de peso (tal qual citei na matéria). No final acredito que (assim como disse Alan Moore) não existem personagens ruins, o que existem são escritores ruins. Muitos personagens com grande potencial simplesmente desapareceram porque ninguém foi habilidoso o suficiente para construir boas histórias com ele. Acho que a Mulher-Hulk deve se dar por satisfeita por simplesmente não ter desaparecido! rs rs

      Hoje vejo no ambiente dos quadrinhos e até de outras mídias uma crise criativa que pode ser simplesmente atestada pela grande quantidade de remakes e adaptações de livros no cinema. Nos quadrinhos de super-heróis isso é mais gritante.

      Quanto ao Hulk eu também achei muito legal a peça! E eu sempre tive essa mesma dúvida sobre as calças dele! De que tecido são feitas!! ah ah ah

      Valeu amigo!

      Marcelo.

      Excluir
    2. "Hoje vejo no ambiente dos quadrinhos e até de outras mídias uma crise criativa que pode ser simplesmente atestada pela grande quantidade de remakes e adaptações de livros no cinema. Nos quadrinhos de super-heróis isso é mais gritante."

      Eu vou um pouco mais além nessa tua frase, pois a indústria do cinema é perversa. Ela sabe que o expectador vai querer ver outras versões de origens de determinados heróis para comparar com as anteriores, então ela vem investindo nessas franquias com cerca de três a quatro episódios para depois só dar um tempo e recomeçar tudo de novo... assim vai faturando alto à custa das pessoas que vão sempre querer ver mais do mesmo sob outra visão, para avaliarem de qual versão gostaram mais.

      Isso vai saturar. ainda não está se encaminhando para esse estágio, mas fatalmente chegará um momento em que ninguém mais vai querer ver filmes com origens de super-heróis ou só porque aparece o tal di vilão que antes não teve ênfase e agora domina o tal filme "bola da vez".

      E no mundo dos gibis, se continuarem insistindo no filão "uma aventura fodástica por edição", logo as vendas vão desaparecendo também. É melhor eles começarem a trabalhar outros heróis porque ninguém aguenta mais ver mais do mesmo, e pior... aventuras fodásticas que não dizem nada.

      Abraços.

      Excluir
    3. Então Fabiano...

      Isso que você comenta em seu 1º parágrafo pôde ser visto nesse último reboot que a Sony fez da franquia do Homem-Aranha. Uma boa saída teria sido eles terem levado o personagem para uma Série de TV que, além de ser de mais baixo custo, poderia desenvolver aspectos mais profundos e dramáticos do personagem.

      Concordo que esse modelo instituído pelos estúdios que detém os direitos desses personagens entrará em exaustão sim. A atenção do público "não-nerd" não será mantida por tanto tempo nesse filmes bombásticos. Por isso uma boa saída em minha opinião seriam filmes ou Séries de TV de mais baixo custo em que os personagens poderiam ser melhor desenvolvidos. Acho inclusive que a Marvel e a DC perceberam isso ao anunciarem as Séries Demolidor, Agente Carter e a continuidade de Agentes da Shield (na Marvel) e Constantine, Gotham e Flash pela DC. Deveriam substituir efeitos especiais caros por roteiros de melhor qualidade. Tenho impressão que eles fizeram isso em "Arrow", mas confesso que eu mesmo ainda não assisti a série.

      Quanto ao mundo das HQs eu confesso que venho me afastando aos poucos. As editoras vem arrumando cada vez mais soluções polêmicas para seus personagens para alavancar as vendas, ao invés de investir em roteiristas criativos que pudessem trabalhar os heróis já existentes dentro de suas próprias mitologias. Precisamos de uma nova geração de quadrinistas que fizessem uma nova revolução na 9ª Arte. Algo que Stan Lee e Jack Kirby fizeram nos anos 60 e Alan Moore, Neil Gaiman e Frank Miller fizeram nos anos 80.

      Vamos ver amigo. O importante eu acho é a gente ir debatendo essas coisas e ir discutindo pontos de vista diferentes sobre o tema pois afinal somo nós os consumidores dessa cultura pop!

      Grande Abraço!!

      Marcelo.

      Excluir
  9. Olá Marcelo,

    Minha miniatura não veio com estes defeitos na pintura. Eu preferia a Mulher Hulk com o vestido branco em frangalhos. Gosto muito da personagem, mas as últimas coisas que li dela me desanimaram, pois a passaram para uma categoria cômica e quenga, a mulher começou a transar com todo mundo (até o fanático pegou), histórias de julgamentos cósmicos, enfim, achei que banalizaram a personagem.
    Uma história muito legal dela que li, mas não me lembro onde, foi uma em que um fotógrafo tira fota dela se bronzeando acho que de top less e ela fica a história toda tentando impedir a publicação da foto, e não consegue, porém no dia seguinte a foto é publicada, mas sem ser na coloração verde (usam um photoshop kkkk).

    Quanto aos especiais, espero que seja pelo menos bimestral, senão vai me quebrar geral.

    Só acredito que a escolha poderia se um pouco melhor, Cadê o Colossus, Homem de Ferro do Filme, Rei do Crime e Xavier, estes me parecem mais conhecidos do público e dariam mais visibilidade aos especias. Um que eu gostaria muito de ter é o Fing Fang Foom sem falar do Pack do Pigmeu.

    Bom seriam as minhas escolhas, claro.
    Nuuestendi demais.

    Abraços





    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Wellington...

      Que sorte a sua! Infelizmente minha miniatura está com esse problema de diferenças na pintura da pele. : (

      Cheguei a procurar outras peças, mas quando estavam expostas dentro da caixinha fica difícil de ver a situação da pintura na parte de trás.

      Essa história do julgamento cósmico da personagem eu não conhecia. Fui ter conhecimento desse disparate lendo a revista que acompanha a peça. Achei uma coisa sem graça e até meio infantil pra dizer a verdade. A palavra que você usa cabe bem mesmo. "Banalizaram" a personagem. Infelizmente isso não aconteceu só com a Mulher-Hulk, rapidamente posso citar alguns personagens que foram vítimas de coisas estapafúrdias assim também: Capitão Britânia, Motoqueiro Fantasma, Justiceiro entre outros.

      Quanto às Especiais você lembrou bem... Ficaram de fora peças que estavam no imaginário de muitos colecionadores. Para mim eu ressaltaria: Homem de Ferro na Armadura Original, Colossus, Fanático, Thanos (!!), Odin e Gigante. Além é claro do Xavier-Lilandra e Sasquatch-Puck.

      O lançamento do Anjo, que é exatamente a mesma peça de Nº 31, apenas pintada de azul eu achei supérfluo. Podendo ter sido substituído por alguma dessas acima.

      Vamos aguardar e torcer!!

      Valeu Wellington!!

      Marcelo.

      Excluir
    2. Olá Marcelo,

      Esta fase horrorosa da Mulher Hulk eu acompanhei em uma coleção de revistas Pocket que a Panini lançou dentre as quais as ótimas dos Fugitivos e o intercâmbio dos Inumanos, mas de longe esta da Mulher HulK é a pior acompanhada de distrito X.

      Abraços

      Excluir
    3. Puxa Wellington... É bom você falar que daí eu passo longe dessa fase. Cada vez mais minha paciência tem sido menor diante da baixa qualidade de alguns arcos. Começo até a pensar que seria melhor a Marvel ou DC lançarem cada vez menos histórias por mês, mas que aumentassem em qualidade! O que temos hoje é uma enxurrada de lançamentos dessas duas editoras que, se formos analisar mesmo, apenas cerca de 1/3 ou 1/4 se salva.

      O problema é que fica difícil de garimparmos esse 1/3 ou 1/4 bom, já que muitas vezes eles vem dentro de um MIX compondo uma revista com várias histórias ruins. Daí o leitor pensa, não vou pagar esse valor por essa revista se vou aproveitar apenas 1/3 ou 1/4 dela. É triste!!

      Grande Abraço!!

      Marcelo.

      Excluir
    4. Pois é Marcelo,

      Como eu não leio inglês é pior ainda pois tenho que ler as lançadas aqui, e por todo este pane na criação de novas histórias e melhoria dos arcos tenho lido somente nestes blogs que disponibilizam os scans, além do preço exorbitante e também da falta de espaço que já tenho que dividir com outras coisas, (miniaturas, carrinhos e por ai vai).

      Abraços

      Excluir
    5. É verdade Wellington...

      Espaço, $$ e falta de boas histórias tem sido nossos fantasmas mesmo. Acho que a gente vai amadurecendo e vai ficando mais exigente. Se bem que olho para algumas histórias e percebo que são quase que uma afronta à nossa inteligência.

      No meu modo de ver a Marvel e a DC estão com uma oportunidade incrível de alavancar as HQs em qualidade. Digo isso em função da "Grande Onda Nerd" que invadiu o mundo, catapultando os Super-heróis à um patamar nunca antes visto dentro da cultura POP. Mas não é isso que a gente vê. A gente vê uma repetição de fórmulas.

      Um exemplo super bom que sempre dou é olharmos para as historias do Mark Waid. Um cara que gosto muito. Se a gente analisar as histórias dele percebemos que são histórias simples, sem roteiros complexos ou mesmo polêmicos. O que ele faz de genial na minha opinião é pegar o jeito velho de contar histórias (tipo Stan Lee) e inserir aqui e acolá certas atualizações sutis e compatíveis com o nosso tempo. Exemplo disso é a fase do DEMOLIDOR que está saindo aqui pela PANINI em encadernados. HQs simples, gostosas de ler e que são um grande entretenimento. Muito boa essa fase.

      Daí a gente pensa. Não é preciso muito para se fazer boas histórias. É só não inventar moda, não querer aviltar nossa inteligência e não ficar tentando substituir uma boa história com soluções polêmicas. Coisa que eu acho que a Marvel está querendo fazer ao transformar Thor em mulher e o Falcão virar Capitão América. A história até poderá ser boa, mas acho que eles não precisavam mexer desse jeito com esses personagens para fazer histórias boas. Com tanto herói de 2º e 3º escalão dando sopa!!!

      Valeu Wellington!!

      Abração!

      Marcelo.

      Excluir
  10. marcelo,ja estão disponíveis para compra os novos especias no site da eaglemoss,são eles - Destroyer, Sentinela e o Apocalypse,e também os fichários para colocar as revistas..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Legal Wagner!

      Valeu mesmo pelo aviso, amigo!

      Fui ver só ontem a noite isso. Acho que as coisas vão pra frente agora.

      Grande Abraço!

      Marcelo.

      Excluir